Errar em homem




Não ser o suficiente
É quanto basta para nada valer.
Pouco a pouco, e por mais que queiras ser,
Nada te vale, simplesmente.

Somos humanos, que é constantemente errar.
E por mais que queiramos não o fazer,
Errámos sempre e errar é nunca errar
Quanto mais não poder ser.

Quando não és suficiente para as pessoas,
Tu simplesmente não és quem não queres
E os dias que te passam é o receio que ecoas
Distraidamente sem te aperceberes.

E não te esqueças que errar é humano, como dizem.
Por isso, erra um erro sem precedentes na história
- O teu erro será mais tarde a tua glória -
Como se os erros se fizessem!

Álvaro Machado – 21:18 – 04-01-2013

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante

Da outra margem!

Barco infantil