Estátua




Para ser estátua, primeiro sê pessoa.
Só depois podê-lo-ás ser.
Os homens eternos são de pedra
De uma data que ninguém vai esquecer,

São o que passa anos ao sol e à chuva
E por quem as pessoas passam diariamente;
Os que olham perguntam-se constantemente:
Quais terão sido os seus feitos?

Nem sempre quem conquista tem memória,
Nem sempre quem vence tem glória,
Porque ser monumento de vida infinita
É o que viveu de amor e de bondade,

Nem que isso seja a maior derrota de viver!
Se queres ser pessoa, primeiro sê estátua
E só assim tu terás uma verdade tua
Sobre o que mais tarde irá acontecer...

Estar vivo e ver os anos passar lentamente
Não é possível para todos os homens;
Se queres viver eternamente
Esculpe uma obra do teu presente!

Álvaro Machado- 03:38 – 17-02-2013

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Da outra margem!

de folha em folha, tudo cai vão

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante