sensações despropositadas


o pensar é uma enorme aflição
quando o sol preenche dias vagos
e por dentro, bem por dentro,
uma tempestade se ergue
para tudo levar.

só isso é quanto baste
para me sentir a sufocar
(eu não pertenço a estes grupos)
um aperto no coração
que de mim se alenta.

quero, como tu, mestre calmo, certo,
ter a certeza dos teus versos.
leviano sentir, barca ao relento,
que vê e ouve e o resto
tem pouca importância.

Álvaro Machado - 19:00 - 15-03-2014

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante

Da outra margem!

Barco infantil