o dia


um dia, queria estar lá em cima.
subir degrau a degrau
e chegar por fim a vós.
queria estender a mão
para entenderem
que todo o esforço não foi em vão.
um dia queria cuidar de todos,
brilhar intensamente
por todos os lugares...
ser alento para quem estivesse perdido,
ser esperança para quem não quisesse crer,
ser a única luz no meio de tanta escuridão...
eu parti. há muito tempo.
e a minha alma por aí se propagou
desse tempo para a eternidade.

Álvaro Machado - 23:06 - 11-10-2014

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante

Da outra margem!

Barco infantil