Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2017

O lar olvidado

Imagem
Sempre fugi dos círculos emblemáticos Peço inequívocamente desculpa As estradas que anseio são dispersas e ruinosas E a distância é total condição.
Os portos, que sejam os portos e não outros, Que me dêem o lar que todos os dias peço O amor que a cada passo dado suspiro Ardente como no relento do vento...
E que não caie, ó Deus, em esquecimento! Nem acabe nunca perdido num amor insano! Levai-me os versos os cadernos soltos sem fim! Eu preciso de não ser daqui!...

Álvaro Machado - 17h38 - 07.11.2017

Desventura insensata

Imagem
estou entregue ao ranger do vento
à gigante onda que defronte se ergue
aos dias às noites ao sistema solar longínquo
entrando pela janela d'um quarto esquecido

estou entregue a uma qualquer força estupenda
que consome toda a minha energia vital
esvai-me esventra-me corrói-me
para o fundo vácuo

e a dimensão e a solidão e a insensatez
têm como natural consequência o refúgio
o desaparecimento precoce
de estar assim entregue

Álvaro Machado - 20h05 - 19.10.2017