Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2014

Maestro Hades

Imagem
Raie-me de novo a consciência
e fuja de mim o cismo contínuo
de que virá morte entre o sonho e a realidade
onde em permeio hei-de eu estar...

Ocultai-me a praia submissa
onde desaguam brutalmente
todas as almas que se opuseram
à inconsciência...

Solte-me um canto cheio de mim
em este preciso momento!...
Deixai-me erguer do medo
que não me deixa ir avante mar!...

Pois no fundo em mim detinha
uma inocente crença
na eterna vida, no eterno deleite
imune à tragédia clássica...

Testamento sanguíneo

Imagem
No fundo de um corredor,
Pelo meio de uma vitrina fusca,
Um só coração sente a dor
A entrar impiedosa e brusca.

Um vidro ténue, partido e disperso pelo chão,
Soa-me com um desaconchego
- Quão inevitável me é a solidão
Diante deste obscuro desassossego?

Que o frio e o luar se sintam
Com toda a intensidade ardente!...
E onde a alegria e a fronte se distanciam,
Estática e perplexa 'sta minha alma comovente.

Álvaro Machado - 23:05 - 06 - 12 - 2014

simbólico céu

Imagem
ouvi a voz no céu altivo e distante.
suspendido no ar, parei...
o então porvir soou errante
e eu suspirei...

de ilusão imbuído, cada um há-de depositar
crenças, suspiros e a leve dor...
há-de, nesse céu, sem saber, acreditar
naquilo que não acreditou no amor...

mas eu ouvi a voz sentado
e a mármore esfriou-me o coração...
quando me vi, havia-me embriagado,
perplexo e absorto na solidão...

Álvaro Machado - 01:53 - 29-11-2014