Escrito à superfície


Encontrei paz em meu espírito, mas nunca encontrarei no sentir.
O sentir deveras é descrer.
Por entre mim, os deuses fazem-me rir
Por quererem que eu veja
Aquilo que eu não consigo ver...

Álvaro Machado - 15h48 - 17-12-2014

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Da outra margem!

de folha em folha, tudo cai vão

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante