Bom sonho




Nunca, nenhum sonho,
Há-de substituir a realidade
Nem é caso para a substituir.
O sonho deve ser visto
Como uma fantasia
Que se fantasiou na noite passada,
Deve ser motivo para desejar
Ter mais sonhos assim,
Manter-se longe de paradigmas,
E não para o tornar real.

Real é monótono e cansativo.
Não existe prazer nenhum torná-lo real.
Um sonho é todo uma verdade,
Que uns negam e outros fogem,
Que os fazem por esquecer
E outros culpam satanás por os invadir,
Mas, um sonho, um sonho bom,
É roçar entre o divino e a perfeição
E pertencer ao paraíso
De todos os sonhadores...

Álvaro Machado – 22:47 – 25-03-2013

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante

Da outra margem!

Barco infantil