Aceno




Não me dês os teus segredos,
Porque eu só quero um momento
- Um pequeno e sublime momento -
Para que possa sentir-me vivo.

O que eu peço é, como o sol matinal,
Um dia cheio de vida, um aceno teu
Para que possa eu continuar o percurso
Sem que me voltes à memória!

Porque, afinal, os segredos não contam
Toda a história entre nós...
Um segredo é só a janela de partida
E o resto é ir a sós...

Não dês a chave do teu coração.
O que eu te peço é mais simples.
E o estar a pedir-te é com tanta paixão
Que basta um acenar teu p'ra partir!

Álvaro Machado – 20:58 – 25-02-2013

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante

Da outra margem!

Barco infantil