Navegar o vazio


Quanto mais navego, mais estou perdido
E quando chego a pensar
Estar próximo de chegar
Chego pelo caminho nunca percorrido

Navega o barco na escuridão do Mar
Clara luz na infinita onda; Afasta-se de mim
Felicidade e saudade vejo se distanciar
Para lugar algum sem fim

E quase a acreditar no desespero,
De estar em alto-mar
Sei o meu fim e, por isso, espero
Esperando naufragar.

Álvaro Machado - 15:12 - 30-06-2012

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante

Da outra margem!

Barco infantil