Mais uma que caiu



Cai e fica caída,
a folha caída.
Cai, fica esquecida,
tão esquecida pela vida.

Levanta, iludida,
levantada nunca há-de voltar.
Continuará a folha perdida
até o Outono findar.

E todos os que aqui passam,
passam, fingem, esquecem,
que um dia assim também acabam
e assim todos o merecem.


Álvaro Machado - 12h00- 31-10-2013

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante

Da outra margem!

de folha em folha, tudo cai vão