Esforços vãos


 
Nos carreguem de remorsos
Por quem nós pecámos,
Uma oração nós rezámos
E todos os nossos esforços
Foram em vão...

Nos desabem infernais desgraças
Por quem nós lutamos
Esquecendo tudo, nós amamos
Estas coisas com o coração
E se nos exaltam as graças...

Sejamos nós próximos a ir,
Porque a vida é assim...
Mais vidas estarão p'ra vir,
Antes mesmo de eu partir
Junto de meu fim...

Álvaro Machado – 17:22 – 27-01-2013

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Jorge de Sena - Uma pequenina luz bruxuleante

Da outra margem!

de folha em folha, tudo cai vão